Get Amazing Stories

Get great contents delivered straight to your inbox everyday, just a click away, Sign Up Now
Email address
Secure and Spam free...


Escada marinheiro

O setor sucroalcooleiro é um dos mais completos, no que diz respeito aos conceitos técnicos relacionados às engenharias. As plantas de produção de etanol possuem uma grande diversidade de equipamentos e estruturas verticais e horizontais que demandam outra variedade de mão de obra capaz de efetuar os reparos necessários para manter a unidade de produção operando com segurança e eficiência. E muitas vezes essas atividades precisam ser executadas acima do nível do solo.
Os acessos a áreas elevadas variam, sendo que, geralmente, a caldeira circundada por plataformas e escadas que permitem alcançar instrumentos, janelas de visitas e motores, carregando as ferramentas necessárias, sem muitas dificuldades. Entretanto, há equipamentos cujo acesso é menos requisitado ou a estrutura do equipamento não permite a aplicação de escadas fixas e plataformas, sendo necessário a aplicação de escada marinheiro, com 10 metros de altura ou, como no caso das chaminés de tijolos, podem alcançar até 30 metros de altura.
Subir escada marinheiro com 30 metros de altura, mesmo com todas as requisições das normas de segurança, não é uma tarefa fácil. O operário que a utiliza sempre está usando capacete, botas de segurança, luvas, óculos de proteção, cinto porta-ferramentas e rádio para comunicação, o que exige um bom fôlego para enfrentar dez, vinte ou trinta metros de degraus, realizar a tarefa e depois descer todos os degraus. Mesmo com gaiola de proteção, algumas empresas acabam solicitando que o trabalhador use cinto de segurança com talabarte duplo, linha de vida vertical ou trava quedas retrátil.
Esta medida de segurança extra no uso da escada marinheiro se deve ao fato de que na queda, o operário demora um certo tempo para conseguir segurar na gaiola ou no degrau, ou algumas vezes ter alguma parte do corpo enroscada em alguma parte da escada, o que acaba ocasionado lesões graves. Por isso numa situação de queda, mesmo a escada marinheiro tendo gaiola e todos os requisitos das normas, é indispensável avaliar a situação e optar por equipamentos e procedimentos, que mesmo que uma queda ocorra, a saúde e a integridade do trabalhador será preservada.